UMA MULHER DE ORAÇÃO

Minha foto
RIO DE JANEIRO, RJ, Brazil

Colossenses 4:2

Perseverai em oração, velando nela com ação de graças;

Provérbios 15:29

O SENHOR está longe dos ímpios, mas a oração dos justos escutará.

Atos 1:14

Todos estes perseveravam unanimemente em oração e súplicas, com as mulheres, e Maria mãe de Jesus, e com seus irmãos.

Romanos 12:12

Alegrai-vos na esperança, sede pacientes na tribulação, perseverai na oração;

Salmos 5:3

Pela manhã ouvirás a minha voz, ó SENHOR; pela manhã apresentarei a ti a minha oração, e vigiarei.

quarta-feira, 9 de novembro de 2011

DEUS SEMPRE AGE CERTO


Certa vez, um homem pediu a Deus uma flor e uma borboleta. Mas Deus lhe deu um cacto e uma lagarta. O homem ficou triste pois não entendeu o porquê do seu pedido vir errado.

Daí pensou: Também, com tanta gente para atender... e resolveu não questionar.

Passado algum tempo, o homem foi verificar o pedido que deixou esquecido. Para sua surpresa, do espinhoso e feio cacto havia nascido a mais bela das flores e a horrível lagarta transformara-se em uma belíssima borboleta.

Deus sempre age certo. O seu caminho é o melhor, mesmo que aos nossos olhos pareça estar dando tudo errado.

Se você pediu a Deus uma coisa e recebeu outra, confie. Tenha a certeza de que Ele sempre dá o que você precisa, no momento certo.

Nem sempre o que você deseja..., é o que você precisa. Como Ele nunca erra na entrega de seus pedidos, siga em frente sem murmurar ou duvidar.

O espinho de hoje..., será a flor de amanhã !

APRENDENDO A CONVERSAR COM DEUS



Para conversar com Deus é preciso antes de tudo aprender a estar em silêncio.

Muitos se queixam que não conseguem ouvir a voz de Deus e, portanto, não há nenhum mistério.

Deus nos fala. Mas geralmente estamos tão preocupados em falar, falar e falar, que Ele simplesmente nos ouve. Se falamos o tempo todo, nada mais natural que ouvirmos o som da nossa própria voz. Enquanto nosso eu estiver dominando, só ouviremos a nós mesmos.

A maneira mais simples de orar é ficar em silêncio, colocar a alma de joelhos e esperar pacientemente que a presença de Deus se manifeste. E Ele vem sempre. Ele entra no nosso coração e quebranta nossas vidas. Quem teve essa experiência um dia nunca se esquecerá.

Nosso grande problema é chegar na presença de Deus para ouvir somente o que queremos. Geralmente quando chegamos a Ele para pedir alguma coisa, já temos a resposta do que queremos. Não pedimos que nos diga o que é melhor para nós, mas dizemos a Ele o que queremos e pedimos isso. É sempre nosso eu dominando, como se inversamente, fôssemos nós deuses e que Ele estivesse à disposição simplesmente para atender a nossos desejos. Mas Deus nos ama o suficiente para não nos dar tudo o que queremos, quando nos comportamos como crianças mimadas. Deus nos quer amadurecidos e prontos para a vida.

Quem é Deus e quem somos nós? Quem criou quem e quem conhece o coração de quem? Somos altivos e orgulhosos. Se Deus não nos fala é porque estamos sempre falando no lugar dEle.

Portanto, se quiser conversar com Deus, aprenda a estar em silêncio primeiro. Aprenda a ser humilde, aprenda a ouvir. E aprenda, principalmente, que Sua voz nos fala através de pessoas e de fatos e que nem sempre a solução que Ele encontra para os nossos problemas são as mesmas que impomos. Deus também diz "não" quando é disso que precisamos. Ele conhece nosso coração muito melhor que nós, pois vê dentro e vê nosso amanhã. Ele conhece nossos limites e nossas necessidades.

A bíblia nos dá este conselho: "quando quiser falar com Deus, entra em seu quarto e, em silêncio, ora ao Teu Pai."

Eis a sabedoria Divina, a chave do mistério e que nunca compreendemos. Mas ainda é tempo...

Encontramos no livro de Provérbios a seguinte frase:
"as palavras são prata, mas o silêncio vale ouro."

A voz do silêncio é a voz de Deus. E falar com Ele é um privilégio maravilhoso acessível a todos nós.

UM ENCONTRO MARAVILHOSO...


Um dia, levantei-me de manhã cedo para assistir o nascer do sol. A beleza da criação divina estava além de qualquer descrição. Enquanto eu assistia, louvei a Deus pelo Seu belo trabalho. Sentado lá, senti a presença de Deus comigo. Ele me perguntou:- “Você me ama?”- Eu respondi: -“É claro, Deus! Você é meu Senhor e Salvador!”
Então, Ele perguntou: -“Se você tivesse alguma dificuldade física, ainda assim me amaria?
Eu, fiquei perplexo! Olhei para meus braços, pernas e para o resto do meu corpo e me perguntei quantas coisas eu não seria capaz de fazer, às coisas que eu dava por certas.
E, eu, respondi: - “Seria difícil, Senhor, mas eu ainda te amaria.”
Então o Senhor disse: - “Se você fosse cego, ainda amaria minha criação?”
Como eu poderia amar algo sem possibilidade de vê-lo? Então, pensei em todas as pessoas cegas no mundo, e quantos deles ainda amaram Deus e Sua criação!
Então, respondi: -“É difícil pensar nisto, mas, eu ainda Te amaria.”
O Senhor então, perguntou-me: - “Se você fosse surdo, ainda ouviria minha palavra?”
Como poderia ouvir algo, sendo eu surdo? Então, entendi. Ouvir a palavra de Deus, não é simplesmente usando os ouvidos., mas nossos corações.
Então, eu respondi: - “Seria difícil, mas eu ainda ouviria a Tua palavra.”
O Senhor, então perguntou-me: - “Se você fosse mudo, ainda louvaria Meu nome?”
Como poderia louvar sem uma voz?! Então me ocorreu; Deus quer que cantemos de toda nossa alma e todo nosso coração.. Não importa como possa parecer. E, louvar a Deus, não é sempre com uma canção, mas, quando somos oprimidos, nós louvamos a Deus com nossas palavras de gratidão.
Então, eu respondi:- “Embora eu não pudesse fisicamente cantar, eu ainda louvaria teu nome.”
E o Senhor perguntou: - “Você realmente Me ama?”
Com coragem e forte convicção, eu respondi, seguramente: - “Sim, Senhor! Eu Te amo. Tu és o único e verdadeiro Deus!!”
Eu pensei Ter respondido bem, mas.. então, Deus perguntou-me: - “ENTÃO, PORQUE PECAS?”
Eu respondi:- “Porque sou apenas um humano, não sou perfeito.”
“ENTÃO, PORQUE EM TEMPOS DE PAZ, VOCÊ VAGUEIA AO LONGE? PORQUE SOMENTE EM TEMPOS DE PROBLEMAS, VOCÊ ORA COM FERVOR?”
Sem respostas, somente lágrimas....
E o Senhor continuou: -“Porque cantas somente nas confraternizações e nos retiros? Porque Me buscas somente nas horas de adoração? Porque Me perguntas coisas tão egoístas? Porque Me fazes perguntas tão sem fé?”
As lágrimas continuavam a rolar em minha face...
“Porque você está com vergonha de mim? Porque você não está espalhando as boas novas? Porque em tempos de opressão, você chora aos outros, quando eu ofereço Meu ombro pra você chorar nele? Porque cria desculpas, quando lhe dou oportunidade de servir em Meu nome? Você é abençoado com vida. Eu não lhe fiz para que jogasse este presente fora. Eu lhe abençoei com talentos pra Me servir, mas, você continua a se virar. Eu revelei Minha palavra a você, mas você não progride em conhecimentos. Eu falei com você, mas seus ouvidos estavam fechados. Eu mostrei minhas bênçãos, mas seus olhos se voltavam pra outra direção. Eu lhe mandei servos, mas você se sentou ociosamente, enquanto eles eram afastados. Eu ouvi suas orações e respondi todas elas.”
Eu tentei responder, mas, não havia resposta a ser dada..
Então o Senhor perguntou-me :- “Você verdadeiramente Me ama?”
Eu não pude responder.., como eu poderia? Eu estava inacreditavelmente constrangido, eu não tinha desculpas. O que eu poderia dizer? Quando meu coração chorou e as lágrimas brotaram, eu disse: -“Por favor, perdoa-me Senhor! Eu não sou digno de ser seu filho.”
O Senhor respondeu: - “Esta é Minha graça, minha criança... Porque você é Minha criação. Você é Minha criança. Eu nunca te abandonarei. Quando você chorar, Eu terei compaixão e chorarei com você. Quando você estiver alegre, Eu vou rir com você. Quando você estiver desanimado, Eu te encorajarei. Quando você cair, Eu vou te levantar. Quando você estiver cansado, Eu te Carregarei . Eu estarei contigo até o final dos tempos, e Te amarei pra sempre.”
Eu jamais chorara daquela maneira antes, como pude Ter sido tão frio? Como pude Ter magoado Deus como fiz? Então perguntei a Deus: - “Quanto me amas?”
Então, o Senhor esticou Seu braço e eu vi suas mãos com enormes buracos sangrentos. Logo, curvei-me aos pés de Jesus Cristo, Meu Salvador, e, pela primeira vez, eu orei verdadeiramente...

REFLEXO


Certo dia, um rapaz desiludido resolveu seguir o exemplo dos "contos da infância". Colocou-se frente ao seu espelho e perguntou:
 

- Querido espelho, olhe para mim e me diga: Existe alguém mais infeliz do que eu?
 

- Com certeza, respondeu o espelho, existe alguém mais triste que tu neste momento. E este alguém sou eu.
 

O rapaz olhou espantado. Não esperasse que um espelho falasse, e ainda contra ele. Mas o espelho prosseguiu:
 

- Tu não imaginas a dor que eu sinto ao ver, no meu reflexo, uma pessoa que deixou seus problemas tomarem conta de sua vida, que não tem mais vontade de lutar e principalmente que não consegue ver dentro de si as suas qualidades suas capacidades, seu talento. Queria que estivesse no meu lugar pra ver.

- Tu és uma pessoa tão inteligente, que fala para todos que tem um Deus, e tantas vezes falou do amor de Deus, agora se mostra tão derrotado. Deus é tão pequeno assim em tua vida para que tu te sintas tão inferior assim?
 

- É pena que tu não vejas através de mim toda a tua facilidade em lidar com as pessoas, o quanto é expressiva a tua voz e tua palavra, quanto teu coração é forte, e o quanto as pessoas te amam. Olhe para ti! Levanta essa cabeça, pois dificuldades todos temos, assim como todos guardam dentro de si algo especial para dar, a capacidade de tornar a própria vida prazerosa.
 

- Quantas são as pessoas que gostariam de ser como tu és: saudável, inteligente e com toda a vida pela frente! e no entanto, muitas delas são felizes e agradecem à Deus pelas suas vidas! Use a tua sensibilidade - ela é essencial para a vida. Motive-se: ao acordar pela manhã, pense algo do tipo: "hoje meu dia será produtivo, alegre e cheio de vida, pois tenho Deus comigo." . Faça isso com amor no coração e concentre em teus objetivos. De hoje em diante, quero ver outra imagem refletida em mim. Uma imagem de alegria interior.


A vida é tão curta. Não percas tempo com os momentos ruins. Faça deles experiências positivas para continuar tua vida. Ser feliz depende de uma vida em comunhão com Deus e em harmonia contigo mesmo. O que vem depois disso, são apenas resultados.
 

Autor não mencionado
 


“Em Deus está a minha salvação e a minha glória; Deus é o meu forte rochedo e o meu refúgio. Confiai nele, ó povo, em todo o tempo; derramai perante ele o vosso coração; Deus é o nosso refúgio" (Salmo 62.7-8)

QUEBRE O VIDRO·

Dino era um menino cuja família era extremamente pobre.
Nas festividades do Natal ele não ganhou nenhum presente, mas costumava olhar nas vitrines das lojas tudo aquilo que outros meninos de sua idade costumavam receber e isso lhe trazia grande excitação.
Logo no início do ano ele foi atropelado por um carro e levado a um hospital.
Uma das enfermeiras, levou-lhe alguns brinquedos para que ficasse um pouco mais alegre. Ao tocá-los, com grande regozijo ele exclamou: "Não existe nenhum vidro entre mim e os brinquedos!"
Muitas vezes não podemos tomar posse de tantas bênçãos que Deus tem nos oferecido porque ainda existe um vidro de separação entre nós e o Senhor.
Esse vidro pode ser motivado por rebeldia, desobediência, indiferença às coisas celestiais, etc. É o vidro do pecado.
Quando deixamos que nossos interesses pessoais, o desamor, a cobiça, a avareza e tantos outras atitudes pequenas tomem lugar em nosso coração, acabamos construindo um vidro que não permite que cheguemos à presença de Deus, mas ao abrir mão de tudo isso em favor do amor, da fé, da esperança e certeza de que apenas em Cristo podemos alcançar a verdadeira felicidade, então todos os vidros são quebrados e a nossa ligação com o Pai se torna real e verdadeira.

Se ainda existe um vidro separando você do Senhor Jesus, quebre-o agora e deixe o Senhor ocupar o lugar que lhe pertence!

A HISTÓRIA DE MARY JONES (Para o dia da bíblia)


A HISTÓRIA DE MARY JONES (Para o dia da bíblia)

OBJETIVO: Levar a criança a ter desejo de ler e possuir uma bíblia.

VERSÍCULO: Lâmpada para os meus pés é a tua palavra,
e luz para o meu caminho. Salmo 119:105

CÂNTICOS: A bíblia é a palavra de Deus
Bíblia meu livro companheiro

INTRODUÇÃO:

Alguma vez você desejou ter alguma coisa muito difícil de conseguir? O quê?
O que você faria, desistiria dessa coisa ou não?
Nossa história nos fala de alguém que queria muito uma coisa muito difícil de conseguir. O que será que aconteceu? Vamos ver? 

F1 – Mary Jones, era uma menina que morava em uma pequena vila chamada Alan, no País de Gales (Grã-Bretanha).

F2 - Aos 8 anos de idade, (1792) Mary Jones começou a acalentar um sonho: ter a sua própria Bíblia. Ela queria poder ler, em sua casa, aquelas histórias tão bonitas que costumava ouvir na igreja. Esse desejo, no entanto, parecia impossível de ser realizado. Mary, ainda não sabia ler - e, infelizmente, não havia escolas nas redondezas. Além disso, naquele tempo, as Bíblias - assim como os demais livros - eram muito raras e caras. Só poucos privilegiados podiam ter um exemplar das Escrituras Sagradas. E este não era o caso da menina, cuja família era muito pobre. Mesmo assim, Mary Jones fez uma promessa a si mesma: um dia, ele teria a sua própria Bíblia.

F3 - O Primeiro Passo
Ao completar 10 anos, a menina viu surgir uma oportunidade de aprender a ler. Seu pai foi vender tecidos numa vila próxima, chamada Aber, e soube que ali seria aberta uma escola primária. Tempos depois, quando a escola começou a funcionar, Mary foi uma das primeiras crianças a se matricular. Muito motivada, ela logo se tornou uma das primeiras alunas de sua classe. Em pouco tempo, aprendeu a ler.
Enquanto isso, a menina continuava firme em seu propósito de conseguir a sua Bíblia. Agora que já sabia ler, a grande dificuldade era conseguir a quantia necessária para comprá-la.

F4 - Para isso, fazia pequenos trabalhos, com os quais ganhava alguns trocados. Pegava lenha na mata para pessoas idosas e cuidava de crianças. Depois, com a intenção de ganhar um pouco mais, a menina comprou algumas galinhas e passou a vender ovos.

F5 - Passado o primeiro ano de economias, Mary abriu o cofre para conferir quanto havia guardado. Mas chegou a uma triste conclusão: havia conseguido economizar apenas uma pequena parte do que precisava para comprar a sua Bíblia. Durante o segundo ano em que estava juntando dinheiro, Mary aprendeu a costurar. Com isso, conseguiu guardar um valor maior - embora não o suficiente, ainda para concretizar o seu sonho

Mais um ano
Então, no correr do terceiro ano, Mary teve de enfrentar um acontecimento imprevisto - seu pai, ficou doente e deixou de trabalhar. Por isso, ele teve que dar tudo o que havia economizado durante aquele ano para sua família. E, desta vez, Mary não pode colocar nada no cofre.
Mas continuou trabalhando e, no final do quarto ano, conseguiu completar a quantia de que precisava para comprar a Bíblia. Nessa época, Mary tinha 15 anos de idade
F6 - Ela já podia, então, comprar a sua tão sonhada Bíblia. Mas onde iria encontrá-la? O pastor de sua igreja lhe informou que não era possível comprar Bíblias em Alan, nem nas vilas vizinhas. Ela só conseguiria encontrar um exemplar na cidade de Bala, que ficava a 40 quilômetros dali. Naquela cidade, morava o Rev. Thomas Charles, que costumava ter em sua casa alguns exemplares das Escrituras Sagradas, para vendê-los as pessoas da região
Com esta informação, Mary foi para casa e pediu a seus pais que a deixassem ir a cidade de Bala. No inicio, eles não queriam que ela fosse sozinha. Mas a mocinha insistiu tanto, que os pais acabaram concordando.


F7 - Sem sapatos. A longa viagem de Mary Jones foi feita a pé. Pensando em poupar seus sapatos da dura caminhada, a fim de poder usá-los na cidade, ela resolveu ir descalça.
Depois de caminhar o dia todo, por fim, no inicio da noite, Mary chegou à casa do Rev. Thomas Charles. Ali, no entanto, mais uma dificuldade a esperava: o Rev. Thomas havia vendido todas as suas Bíblias. Ele ainda tinha alguns poucos exemplares, mas esses já estavam todos encomendados
Ao receber essa noticia, Mary começou a chorar. Em seguida, mais calma, ela contou toda sua longa história ao Rev. Thomas Charles.

F8 - CLIMAX - Então o pastor, comovido, dirigiu-se até um armário, retirou de lá uma das Bíblias vendidas e entregou-a à Mary. Mary segurou sua bíblia e agradeceu muito ao pastor.

F9 - Que felicidade, Mary finalmente conseguiu realizar seu grande sonho. Ela saiu segurando sua bíblia e retornou para sua casa feliz e ansiosa para ler sua bíblia.

CONCLUSÃO - Impressionado com a história daquela menina, o Rev. Thomas resolveu contar o que tinha ouvido aos diretores da Sociedade de Folhetos Religiosos, uma entidade Crista local. Profundamente tocados com a luta de Mary Jones para conseguir seu exemplar da Bíblia, os diretores daquela organização chegaram à conclusão de que experiências como a dela não deveriam mais se repetir.

Decidiram, então, fazer alguma coisa para tornar a palavra de Deus acessível a todos. E, depois de muito estudo e oração, resolveram organizar uma nova sociedade, com a finalidade de traduzir, imprimir e distribuir a Bíblia. Foi assim que, no dia 7 de dezembro de 1802, foi fundada a primeira sociedade Bíblica, que recebeu o nome de Sociedade Bíblica Britânica e Estrangeira.

E assim, por causa da determinação e coragem de Mary Jones em conseguir um exemplar da Bíblia inspirou a fundação da primeira Sociedade Bíblica e deu origem ao lema das Sociedades Bíblicas - levar a bíblia a todos os povos, em uma língua que possam entender e a um preço que possam pagar.

DESAFIO: Não desista de ler a Bíblia, mesmo que apareçam as dificuldades, não desista, leia todos os dias. Comece esta semana.


AMEI "DE PAIXÃO"!!!!!

Uma professora pergunta as alunas qual personagem de conto de fadas elas queriam ser:
Uma aluna responde :
Eu queria ser Branca de Neve 

A professora diz:
-Por que? 
A aluna responde:
- Ela é linda, e tem um príncipe que à ama, com cavalos, castelos, e ela tem um final feliz.
A professora pergunta a outra aluna:

- E você?

A 2ª aluna responde:
-Eu quero ser a Rapunzel 

.
A professora pergunta:
- Por que?
A 2ª aluna responde:
-Porque ela é linda, e tem um principe que lutou por ela. E ela mora em um castelo gigante, o mais bonito de todos!
A Professora: 
-E você Marina, qual você quer ser?

Mariana responde:

-Eu quero ser a princesa Fiona, do Shrek.


A professora abismada pergunta:
- Mas por que? Você não quer ser a Cinderela, ou outra mais bonita?.....
Mariana responde:
- Não. A Fiona é a mais bonita. Ela se aceita como ela é, diferente de todos como eu, pra viver com quem ela realmente ama e que também ama ela de verdade. Ela tem um burro que fala, isso não é mais legal do que cavalos pró? Veja só, ela é feliz e não precisa de castelos nem de um homem bonito por fora. Eu queria um Shrek pra mim. Queria que alguém me aceitasse por quem eu sou. E ele me ensinou que eu não preciso ser perfeita pra ter um final feliz.
Simples assim...

O PILOTO‏

 
 
 
 ELE É REAL!